Menu

ATÉ 28/2 - GILBERTO PERIN REALIZA EXPOSIÇÕES NA EUROPA

01 FEV 2019
01 de Fevereiro de 2019

Fotógrafo e artista visual apresenta série inédita na Exposição de Arte Contemporânea da América Latina, em Genebra, e inaugura individual em Lisboa

Entre o final de janeiro e o início de fevereiro, o artista visual e fotógrafo Gilberto Perin estará na Europa para a abertura de duas exposições. A série inédita Fake Photos - composta de 11 imagens que misturam o conceito de fake fotosfake news e o paradoxo de René Magritte ("A Traição das Imagens") - será exibida em Genebra/Suíça, a partir do dia 23 de janeiro. Já a série Sem Identificação, que foi exposta no MARGS em 2018, entra em cartaz na A Pequena Galeria, em Lisboa/Portugal, no dia 7 de fevereiro.

A Exposição de Arte Contemporânea da América Latina (Exposition D'Art Contemporain D'Amérique Latine), no Centro de Artes da Ecole Internationale de Genève - Ecolint, vai exibir obras de 13 artistas e coletivos da América Latina até o dia 28 de fevereiro. Perin foi convidado a expor na Ecolint após participar, no ano passado, de um projeto em parceria entre o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), sua Associação de Amigos (AAMARGS) e a escola da Unesco. O projeto Travessia propiciou um intercâmbio cultural entre estudantes gaúchos e suíços e artistas convidados. Além de Gilberto, outros dois artistas gaúchos que participaram do projeto também terão seus trabalhos expostos na Ecolint: o artista plástico Britto Velho e o fotógrafo Nilton Santolin.

Em Fake Photos - seu trabalho mais recente -, o artista traduz suas inquietações sobre a autenticidade e a veracidade das imagens produzidas, além de fazer uma reflexão sobre o atual momento político no Brasil e suas relações com as fake news: ao carimbar as imagens com as palavras "Fake Photos", Perin nega tudo aquilo que apresenta. "A relação das minhas fotografias com essa temática me fez pensar sobre as fake news e, no meu caso específico como fotógrafo, nas fake photos. Afinal, o que é arte contemporânea? A fotografia pode ser vista como arte? Os carimbos chamam a atenção sobre se o que vemos na realidade é somente uma imagem ou é aquilo que queremos ver", explica.

A série Sem Identificação é uma crítica irônica e reflexiva do momento atual - repleto de informações e mensagens visuais. O fotógrafo - junto aos modelos que posaram nus - produziu imagens icônicas, inspiradas em obras de arte conhecidas, e outras que surgiram espontaneamente no momento do ensaio fotográfico. Nas 25 fotografias que compõem a série, os corpos aparecem sem cabeças - efeito obtido apenas com o enquadramento da câmera. "A falta da cabeça e a ausência do olhar causa certo estranhamento e passa a significar uma identidade perdida, levando-se em conta que a cabeça é o centro de tudo: das emoções até a decisão da nossa vida ou morte. Em tempos de selfiesSem Identificação tem concepção simples e direta, onde a nudez é apenas a parcela aparente daquilo que não é revelado sobre a nossa identidade e pensamento", afirma o artista.

 

Gilberto Perin

Gilberto Perin nasceu em Guaporé/RS, vive e trabalha em Porto Alegre. Formado em Comunicação Social pela PUC-RS, é fotógrafo, diretor de cena e roteirista.

Tem dois livros publicados: "Camisa Brasileira" (2011) e "Fotografias para Imaginar" (2015). Suas obras são publicadas em livros, jornais e revistas brasileiras e do Exterior, e fazem parte de acervos de museus, entidades culturais e coleções particulares.

Entre suas exposições individuais, destacam-se: "Linha d'Água e Sem Identificação" (2018) no MARGS; "Fotografias para Imaginar" (2013 e 2015), no Instituto dos Arquitetos do Brasil e Pinacoteca Aldo Locatelli, as duas em Porto Alegre: "Vestiário" (2013), no Museu do Futebol de São Paulo; "Camisa Brasileira" (2010 a 2018), Porto Alegre, no interior do Rio Grande do Sul, na França e Itália; "Conexões Infinitas" (2009), no Centro Cultural Erico Verissimo, em Porto Alegre.

Participa também de exposições coletivas, como "Queermuseu" (2017 e 2018), em Porto Alegre e no Parque Laje no Rio de Janeiro; "A Fonte de Duchamp, 100 Anos de Arte Contemporânea", MARGS, Porto Alegre; "Objectif Sport" (2016), circuito internacional da Aliança Francesa, em Porto Alegre na Galeria La Photo; "Manifesto: Poder, Desejo, Intervenção" (2014), MARGS, Porto Alegre; "The Beautiful Game: o Reino da Camisa Amarela" (2014), Museu dos Direitos Humanos do Mercosul, Porto Alegre; "De Humani Corporis Fabrica", MARGS, Porto Alegre; "Cromo Museu" (2012), MARGS, Porto Alegre.

 

Serviço

Exposição Fake Photos

Exposition D'Art Contemporain D'Amérique Latine

De 23 de janeiro a 28 de fevereiro de 2019

Abertura para convidados: dia 23 de janeiro, às 18h

Visitação: de segundas a sextas, das 9h às 18h

Entrada franca

Local: Centre Des Arts - École Internationale de Genève - Ecolint

Campus La Grade Boissiére - 62, route de Chêne, CH-1208 - Genebra/Suíça

https://www.centredesartes.ch

Voltar

.

Clique aqui para editar.

Tenha também o seu site. É grátis!